Sobre

O filme “Vitamina D – Por uma outra terapia”, produzido entre 2011 e 2012, conta a história de seis portadores de doenças autoimunitárias (a maioria com esclerose múltipla) que tiveram suas vidas transformadas por um tratamento à base de vitamina D.

Com direção de Daniel Cunha, jornalista, portador de esclerose múltipla e beneficiário do mesmo tratamento, o documentário surgiu da necessidade de compartilhar esse conhecimento com outros portadores, seus familiares e conhecidos, profissionais da saúde, estudantes de medicina e interessados em geral.

O filme aborda o cenário nacional de atendimento a pessoas com esclerose múltipla, que por meio do SUS recebem os medicamentos – convencionalmente aceitos pela comunidade médica – de forma gratuita. No entanto, apresenta uma nova perspectiva sobre o assunto e questiona a pouca eficiência, os frequentes efeitos colaterais e o altíssimo custo desses remédios: será mesmo essa a melhor opção de tratamento?

Justificativa do autor

Após um primeiro surto no final de 2009, fui diagnosticado com esclerose múltipla e iniciei o tratamento com interferons em janeiro de 2010. Minha breve experiência (cerca de seis meses) com o tratamento convencional, com injeções semanais, foi bastante penosa e com intensos efeitos colaterais, que fizeram com que eu não tivesse nenhuma perspectiva de melhora.

Em maio, descobri o doutor Cícero Coimbra e fui apresentado a um tratamento que dispensa o uso dos imunomoduladores e se revela, pela experiência clínica, muito mais eficiente no combate à doença. Iniciei o tratamento com a vitamina D e, em poucos meses, abandonei as injeções. Desde então, não tive mais surtos nem qualquer outra manifestação da doença, e vivo uma vida absolutamente normal, a não ser por algumas restrições alimentares que fazem parte do protocolo do tratamento.

Com essa nova possibilidade, a ótima notícia de outrora, de que o Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro se responsabiliza por bancar os custos do tratamento convencional para a doença (que variam entre “impagáveis” R$ 2 e 10 mil por mês), se converteu em pura ilusão. Será que essa é mesmo a melhor opção de investimento para o governo e, consequentemente, para o contribuinte? Desde que iniciei o tratamento com a vitamina D e tive acesso aos depoimentos de pessoas que vem sendo beneficadas por ele, passei a pesquisar e procurar entender o por quê de esse conhecimento ainda ser tão restrito.

São muitos os neurologistas especialistas em esclerose múltipla que se mostram radicalmente contra este tratamento. “Não há nada comprovado” ou “É picaretagem” são alguns dos mais frequentes argumentos ouvidos pelos portadores que “ousam” perguntá-los sobre a terapia à base de vitamina D. Em consequencia desse tipo de postura, muitos pacientes são influenciados por esses profissionais e passam a reproduzir o mesmo discurso, como mecanismo de defesa: “Isso não funciona. Dizer que a esclerose múltipla tem solução é um pouco de ingenuidade demais, não acha?”

Mas será que os incríveis resultados obtidos por centenas de pacientes e as pilhas de artigos publicados sobre o assunto no mundo inteiro não são suficientes para que esses médicos tenham, no mínimo, sua curiosidade aguçada? Será que não é o bastante para que eles passem a estudar o assunto com seriedade? Afinal, são especialistas em esclerose múltipla e, éticamente, sua prioridade deveria ser a de buscar o bem estar de seus pacientes. E isso não se conquista fechando os olhos para os novos avanços em sua área de atuação.

Apesar das evidências, a maioria da comunidade médica se mantém totalmente cética a respeito deste tratamento e muito disso se deve à falta de informação. Para piorar as perspectivas de mudança deste cenário, a desinformação ainda conta com o “silencioso” consentimento das empresas farmacêuticas, que fabricam os medicamentos recomendados por esses médicos.

Para as empresas da indústria farmacêutica, em nada interessa que uma vitamina (não patenteável) torne-se o pilar de sustentação de um tratamento para doenças autoimunitárias. Os imunomoduladores representam para essas empresas uma enorme fonte de lucros, com rendimentos anuais de centenas de milhões de dólares. Sendo assim, é natural que corporações que teriam sensíveis prejuízos com a adoção de outra terapia, não contribuam para a popularização e implantação da mesma.

A estrada ainda é longa, a cura não existe, mas os indícios são suficientes para mostrar que escolhi para mim o melhor caminho entre as opções que me foram dadas. Um tratamento natural e sem efeitos colaterais, eficiente, cientificamente coerente e com o qual me sinto perfeitamente saudável. Fico feliz por saber que minha saúde não está mais nas mãos de empresas que priorizam o lucro ao bem estar de seus “clientes”. Minha saúde não está à venda.

Daniel Cunha

33 respostas em “Sobre

  1. Compartilho da mesma esperiencia. Estou no tratamento há apenas 1 ano e já posso observar a mudança de vida. Estou disponivel para restabelecer os empenhos com a vida, familiar e profissional.

  2. TODA VEZ QUE VEJO O DR. CÍCERO EM ALGUMA MATÉRIO, EU ME SINTO MUITO EMOCIONADA.
    UM MÉDICO JOVEM, BRILHANTE, UM CIENTISTA QUE TRABALHA POR AMOR A PROFISSÃO E PELOS SEMELHANTES.
    QUE DEDICA PARTE DE SUA VIDA EM DAR QUALIDADE DE VIDA AOS SEUS PACIENTES.
    UMA PESSOA HUMILDE, HONESTA E SIMPLES..( SE DEIXAR VOU FICAR DESFIANDO UM ROSÁRIO DE ELOGIOS E VIRTUDES…).
    DR. CICERO, QUE UM DIA TIVE O PRAZER EM ESTAR NO SEU CONSULTÓRIO E QUANDO ME DISSE “SUA FILHA ESTA DE ALTA” NEM ACREDITEI. FIQUEI FELIZ E AO MESMO TEMPO TRISTE.
    TRISTE POR PENSAR QUE TALVEZ NUMCA MAIS ESTARIA LÁ, OUVINDO TODAS AQUELA AULAS SOBRE EM, SISTEMA NEUROLOGICO, CAUSAS E EFEITOS ETC.
    RECEBENDO FORÇAS PARA ESSA CAMINHADA E CONFORTO PARA MEU CORAÇÃO.
    FORAM HORAS E HORAS DE CONSULTAS, E AO TERMINO DE CADA UMA DELAS, MUITO OTIMISTO, SEGURANÇA, CONFIANÇA.
    NO INICIO NEM IMAGINAVA QUE ESTAVA DIANTE DE UM GRANDE HOMEM, UM GÊNIO. HOJE ME SINTO HONRADA, LISONGEADA, ENVAIDECIDA E MUITO ORGULHOSA EM TER TIDO A HONRA DE CONHECÊ-LO .
    DEUS TE PROTEJA, DEUS TE ILUMINE, DEUS TE DE SAUDE E MUITO MAIS… E QUE DEUS NUNCA SAIA DE SUA VIDA, NEM DE SEU OFÍCIO. AGRADEÇO MAIS UMA VEZ A DEUS POR TÊ-LO COLOCADO NO MEU CAMINHO, COM CERTEZA O SENHOR É UM DOS ANJO PREDILETOS DE DEUS, QUE ESTÁ AQUI ENTRE NÓS.
    TEHO MUITO MAIS A DIZER, MAS FICA PRA PROXIMA OCASIÃO.
    OBRIGADA.
    MARCIA CICIVIZZO

    • Márcia.
      Minha filha está começando o tratamento agora, nestes dias. Por que você não escreve um depoimento para ser publicado aqui no site? Veja acima em Depoimentos como mandar. Assim poderemos ususfruir da sua experiência, com mais detalhes, e você estará colaborando para que o tratamento do Dr. Cícero ganhe ainda mais credibilidade.

  3. Boa tarde,

    Vi há pouco o vídeo e também li a notícia e fiquei bastante curioso em relação a este tratamento alternativo que parece trazer resultados bastantes satisfatórios. Sou portador de Esclerose Múltipla há quatro anos e desde então tenho sido medicado com a «via convencional» e a verdade é que não tenho sentido grandes melhorias, aliás, acho que piorei desde que comecei com as injecções há dois anos. A verdade é que tive mais surtos, o que não era suposto acontecer, não sei, digo eu, que só há pouco tempo é que decidi informar-me mais e melhor sobre a minha doença… Tenho dedicado o meu blog a este tema e acabo mesmo agora de partilhar este que está super interessante. As dúvidas são mais que muitas e terei que confrontar a minha médica com este estudo, o qual espero usufruir em breve! Parabéns pelo vídeo que foi uma lufada de ar fresco!

    Atentamente,

    Fábio Soares

    (http://mitocondria06.wordpress.com/)

  4. O que mudou na minha vida na Vitamina D, de longe foi um milagre ou algo a ser comemorado! Quando uma pessoa proxima a mim descobriu que estava com esclerose multipla ficou abalada e eu estive do seu lado, entao descobriu a vitamina D e me descartou da vida, não que eu não queira o bem estar dessa pessoa, mas a promessa da cura e a euforia da vitamina D afastaram esssa pessoa de minha vida, ela começou a achar que era perda de tempo ficar ao meu lado porque a vida tem muito mais a oferecer… Sai todos os dias,noitadas sem parar, bebe e toma a milagrosa vitamina D, que vai curar a esclerose independentemente de qq coisa, pq o médico DR. Cícero não fez nenhuma restrição. Disse que tudo era possível desde que fizesse o tratamento. A EM não tirou sua vida; a vitamina D acabou com a minha. Sempre torci pelo bem dessa pessoa, mas acho que o médico deveria ter receitado alguns valores junto com a vitamina D, nem Deus pode tanto quanto essa vitamina, na opinião dessa pessoa. Benditas Vitaminas.

    • Caro Diego. Convenhamos que o seu desabafo está em lugar errado. Vai querer culpar o dr. Cícero de quê? Um dos motivos de as consultas do dr. Cícero serem longas é justamente porque ele busca conscientizar o paciente de que deve respeitar a dieta e a hidratação, assim como evitar consumir álcool, limitando a alguma ingestão de bebida fermentada em ocasiões especiais. No mais, cada um vive conforme os valores que recebeu na família e nenhum médico é responsável por isso. Procure analisar o assunto por outro ângulo, pois você, neste momento, escolheu o ângulo errado. Se existe algum culpado nisso tudo, com certeza não é o Dr. Cícero. Que bobagem! Seja realista e encare o que aconteceu de modo amadurecido, sem responsabilizar quem não tem nada a ver com isso.

      • Todas as recomendações do Dr. Cícero são no sentido da adoção de estilo de vida e alimentação saudável. Quando ele quer dizer sem restrições, significa tentar viver da maneira mais “normal” possível, respeitando-se a dieta em especial e os limites físicos de cada um… recomendação que se dá a qualquer pessoa.

  5. Boa Noite!
    Pergunto: Pacientes portadores de Ataxia Espinocerebelar também podem ser tratados com a Vitamina D, de acordo com o protocolo proposto pelo Dr. Cícero? Caso afirmativo, existe médico aqui em Belo Horizonte trabalhando nesse sentido?
    Aproveito para compartilhar que acompanho e divulgo as matérias assinadas, indicadas e/ou apresentadas pelo Dr. Cícero. Precisamos cerrar fileiras na propagação dos resultados obtidos com a Vitamina D. Igualmente, acompanho e divulgo as causas, debates, as bandeiras levantadas pelo Dr. Celso. T’aí a dupla dinâmica do século XXI. Parabéns!
    Elizabeth Kindle

  6. Olá, Elizabeth. Conheço um caso de Ataxia Cerebelar, paciente do Dr. Sérgio (um dos assistentes do Dr. Cícero) que teve ótimos resultados. É uma jovem, chamada Paula Gardênia, que você encontra no Facebook. Procure por ela, inclusive através do grupo Esclerose Múltipla – O Tratamento, pedindo para ser adicionada lá. Ela participa desse grupo também. Obrigada pela colaboração! Em B.H. agora temos o Dr. André Costa Lage
    Especialidade: Clínico Geral e Acupunturista, que conheceu o Protocolo através do Dr. Cícero.
    Endereço: São Judas Tadeu, 50 Centro – Vespasiano – Minas Gerais
    Tel: (31) 3621-3110

    • Meu nome e Jorge Matsubara. Tenho ataxia espinocerebelar do tipo 6.Procurei no grupo Esclerose Múltipla- O Tratamento pela Paula Gardenia. Eu acho que ela saiu do grupo, pois não encontrei.

  7. what special diet are you on. Can you explain what you eat and the food that you avoid. How much vitamin D to take and what are the other supplements you currently taking today. I would highly appreciated you give the details

  8. Meu filho tem 33 anos, teve um crise leve pela 1a. vez e recebeu o diagnostico em dezembro de 2012. Começou a usar interferon em maio de 2013, 1 vez por semana. Graças a Deus ele não sente nada. Cremos que Deus já o curou.
    Após ler um testemunho de um rapaz no jornal ATHOS da Igreja Batista da Lagoinha, da qual sou membro que foi curado com a Vit. D. assistimos os videos dos programas com Dr. Cicero Galli e temos buscando informações e conhecimentos sobre o uso.
    Ele está pensando em deixar de usar o interferon, mas ainda não sentimos fortes o suficiente pra tomar a decisão. O médico que atende ele, como muitos outros defendem o interferon…
    Ouvi hoje, falar do Dr. André Costa Lage de Vespasiano.

    Marilda

    • Marilda, se vocês têm acesso mais fácil ao Dr. André, não percam a oportunidade. A E.M. começa devagar. Penso que o seu filho deve fazer RM para confirmar se não está tendo pequenos surtos silenciosos. Espero que não! A minha filha teve surtos leves também, que nem investigamos! Os dois últimos já não foram tão leves. Ela nunca tomou interferon. Está muito bem há 16 meses, sendo que nos 15 meses anteriores ao tratamento com a vitamina D teve 3 surtos evidentes, fora os pequenos que passam despercebidos, como um enjóo que atribuímos a cansaço. Procure o grupo no Facebook chamado Esclerose Múltipla – O Tratamento. Há vários pacientes de Minas lá. E pode escrever no meu e-mail scaramellu@terra.com.br

  9. que dieta especial são em você. Você pode explicar o que você come ea comida que você evite. Quanto a vitamina D para tomar e quais são os outros suplementos que você atualmente tomando hoje. Eu altamente apreciado lhe dar os detalhes

  10. boa noite…estivemos hoje no consultorio do Dr Cicero em SP para agendar uma consulta para minha esposa que foi diagnosticada com EM…infelizmente o mesmo nao atende mais pacientes novos, mas conseguimos marcar com um medico de sua equipe… pelo que estamos podendo acompanhar e pesquisar, estamos esperançosos com esse tratamento….o diagnostico ainda nao esta completo, faltando o resultado da punçao da medula e descobrirmos qual o tipo e o grau da EM….o diagnostico positivo foi dado através de exames clinicos e ressonancia magnetica… aparentemente ela teve ate hj apenas uma crise, por isso acreditamos que esta bem no inicio e que os resultados podem ser satisfatorios…vimos tambem a reportagem na Globo com ele, aonde foram expostos 2 casos e que leva a pergunta….sera possivel realmente que uma doença tao cruel, tenha um tratamento tao simples e barato, que da ao paciente nao a cura, mas uma qualidade de vida indiscutivelmente melhor e que o governo, medicos, e laboratorios nao se unam em prol de pesquisas visando apenas o lucro ??? EU vou passar, assim como voces, por uma experiencia de vida unica e caso minha esposa obtenha resultados positivos ( torcendo muito ) eu vou providenciar uma revoluçao sobre o tema….a partir de agora vou acompanhar o blog….saude, paz e boa sorte a todos.

    • Caro Eduardo! Benvindo! Não tenha a menor dúvida de que o caso da sua esposa é simples e será revertido. Você não imagina as histórias tristes que recebo no meu e-mail e, no entanto, os neurologistas conseguem, pôr a cabeça no travesseiro e dormir. E nãoimagina quantas histórias de sucesso! Escreva no meu e-mail que lhe passo o Depoimento sobre a minha filha. Você vai se aliar a nós! Venha também para o Facebook: Esclerose Múltipla – O Tratamento. Peça para ser adicionado. scaramellu@terra.com.br

  11. Oi Sueli, Tenho um primo que está com Esclerose Múltipla e depende das pessoas na maioria das atividades. Dentro de casa só anda segurando nas paredes. Ele mora em Macapá e eu em Belém. Tentamos contato com vocês mas não conseguimos acessar nenhum telefone que aparece disponível para o público. Ele está tomando a vitamina D, tomando sol pela manhã mas precisamos de um contato com o Dr. Cícero.

    • Oi, Carmem. Não sei por que não recebi aviso do seu post no meu e-mail. Vi ao responder outro comentário. O que posso lhe dizer é que os benefícios do tratamento na Esclerose Múltipla são muitos, mas, como você deve imaginar, tudo é mais fácil quando ainda não há graves sequelas, pois o principal efeito esperado é a contenção da doença, que entra em remissão permanente. No caso do seu primo, ele terá melhoras muito significativas, pois ganhará mais disposição e bem-estar, vai recuperar um pouco das forças perdidas no último ano, pelo menos. Aí na região há um médico atendendo em Recife-PE, outro em Terezina no Piauí e agora também um em Natal-RN. Veja neste Blog, os endereços em Contato dos Médicos, lá em cima. E pode escrever no meu e-mail scaramellu@terra.com.br

  12. Convivo a muitos anos com uma doença autoimune chamada Arterite, tenhos os tres tipos, signficando que todas as artérias do meu corpo estão obstruidas, você acha ser possível ser tratada por dr Cicero ou um dos assistentes e obter qualidade de vida melhor, senão curar, ao menos impedir os avanços da arterite?, pode responder no meu email, obrigada

    • Paula, por favor, escreva no meu e-mail, pois o antivírus resolveu impedir o meu acesso à parte interna do Blog. Antes de esperar que eu resolva isso, escreva-me: scaramellu@terra.com.br
      Sei de pelo menos um caso de arterite de Takayassu que faz o tratamento. Posso tentar fazer contato.

  13. Olá meu nome é Lucimar só de Fortaleza minha filhadiagnosticada com vitiligo eu queria muito fazer ese tratamento a basse de vitamina d alquem pode mi a judar eu estou desesperadora esse é meu email Lucimar Sousa 500@ gmail .com tel 085989584383

    • Oi, Lucimar. O amior problema do vitiligo é estético. É importante a sua filha suplementar a vitamina D para não ter outras doenças autoimunitárias que podem aparecer no futuro. Não fique desesperada por causa de vitiligo. Veja se consegue que a sua filha faça o exame 25(OH)D3 para saber os níveis da vitamina D. Peça a algum médico que lhe prescreva esse exame. A sua filha é criança?

  14. Oi, Jorge Matsubara. Há muito tempo não tenho contato com a Paula Gardênia. Lembro-me de que ela me disse que no início teve ótimos resultados, mas depois parou de melhorar ( e me pareceu um pouco decepcionada). Não sei lhe dizer que as melhoras voltaram a regredir. Por não se tratar de doença comprovadamente autoimunitária, os médicos fazem o tratamento (de um modo em geral mais leve), para observar se ocorrem melhoras. No caso da Paula, lembro-me de que foram melhoras muito expressivas, pois ela melhorou da marcha a ponto de usar salto. Mas depois não sei como os fatos se desenrolaram. Seja como for, a orientação é usar uma dose básica e observar a reação.

  15. Sueli, Fiz uma consulta com Dr. Érico, em Salvador. ele prescreveu uma dose de 50.000 ui de vitamina D para mim, paciente com suspeita de esclerose múltipla. Meu resultado do exame de sangue está superior a 160. Para minha esposa ele passou 10.000, dose que a princípio não precisar de dieta restritiva de cálcio. Todavia, o resultado do exame de 25-hidroxi vitamina D dela deu igual ao meu: superior a 160. Diante de tal fato, pergunto é segura a informação que uma dose de até 10.000 UI não precisa de dieta restritiva? Ela está super preocupada, com receio de alguma complicação renal. Alguém tem algum caso, tomando dose de 10.000 e que teve complicações renais?
    Um bom dia a todos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s